quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Pintos, busetas e boquete – un poco que pasa aquí



Confesso que quando pensei neste título para o segundo post que escrevo aqui da Costa Rica fiquei um pouco preocupado. A primeira coisa que pensei foi na possibilidade do Google bloquear os meus updates no Orkut e colocar aquela mensagem do tipo - “Este conteúdo é inapropriado para menores de 18 anos, deseja prosseguir?” – para aqueles que visitassem o meu blog. Resolvi arriscar assim mesmo!


Pintos, busetas e boquete – não, não é nada disso que você está pensando J Desde que cheguei aqui algumas palavras habituais aos ticos (como são chamados os nativos da Costa Rica por utilizarem as palavras no diminutivo, como um poquitito por ex.) me tiram a seriedade em meio a conversas que supostamente eu deveria estar atento, concentrado. Alguns exemplos e para aqueles que me conhecem, logo irão imaginar a minha reação ao escutar J :


- “Mi gustaria um pinto com huevos!”
- “Vamos tomar una buseta, rápido!”
- “Mi voy tomar una buseta en la noche.”
E se já não bastasse, hoje me disseram: “Usted va en Panama? Tiene que conocer lo Boquete!”


Como disse, não era o que estavam pensando...Pinto, ou Gallo Pinto como mencionei no primeiro post, é a comida mais típica para o café da manhã aqui na Costa Rica, uma mistura de arroz com feijão que temos as opções de pedir com ovos, carne de boi, frango ou presunto. As busetas são os micro ônibus que circulam o país entre uma província e outra, como “Las Busetas Heredianas” que ligam San José a Heredia. Finalmente o tal do Boquete – um vilarejo localizado na fronteira entre Costa Rica e Panamá e que muitos optam por passar a noite lá quando o serviço de imigração está fechado. Abaixo algumas fotos que comprovam os fatos! Se fosse no Brasil a interpretação  era outra...








 
Nos últimos dias coisas interessantes ocorreram por aqui. No fim de semana fui com um amigo do Brasil, sua namorada, um americano maluco e o turco que citei anteriormente para Manuel Antônio – trata-se d e uma pequena cidade a 2 hrs de San Jose que abriga um Parque Natural sensacional, cercado pelo oceano Pacífico. Depois de uma baladinha no sábado a noite na qual foram-se embora todos os colones (moeda local) que eu tinha no bolso, pegamos um taxi para casa e quando meus amigos subiram para pegar a grana... Bienvinido a Costa Rica! O motorista do táxi simplesmente roubou o meu boné, me empurrou do carro e fugiu. No outro dia me disseram – “Vc teve sorte que ele não fez nada pior!” 6 dólares em troca do boné, assim foi pago o taxista que provavelmente vendeu o mesmo boné por 10 dólares na praia no dia seguinte.






 
Ah, e lembram-se do turco, aquele gente fina do último post?! Pois é, o gente boa resolveu sair do apartamento que dividíamos sem dar muita explicação. Trocou de lugar com o Porto Riquenho que morava ao lado. O cara é bem fechado, não sorri e até agora foram poucos os diálogos, o que tem contribuído bastante para a nostalgia que se instala por aqui em alguns dias da semana, sobretudo domingo – até o Faustão faz falta nessas horas. O Lombardi então, vai fazer prá sempre agora...


No trabalho, a semana começou um pouco confusa, sem jobs definidas e muitas horas ociosas na empresa , mas hoje o cenário mudou. Recebi a notícia que serei responsável por garantir que as estratégias de promoção da empresa em 2010 sejam executadas em todos os países da América Central e Caribe – imaginem mais de uma dezena de produtos que são produzidos em diferentes continentes, têm as embalagens e os encartes impressos na Costa Rica, o brinde promocional comprado em Cingapura e o empacotamento realizado no Panamá – são basicamente esses os processos que terei que garantir e mensurar o impacto da promoção nas vendas – salve salve Excel e skype!





Nas próximas semanas outros brasileiros chegam por aqui e já começamos a programar a virada do Ano no Caribe, we`ll rock! Antes disso, Natal, ainda sem a mínima idéia do que será e sem nenhuma possibilidade do Papai Noel passar por aqui com presentes, foi-se o tempo... Antes disso, novos updates virão! Abs.

8 comentários:

Bárbara Teles disse...

Fofoooooooooooooooo!
Que coisa boa ter notícias suas!
Estou me atualizando!!!

Muito foda este início de adaptação né? Mas to MUITO feliz quanto a sua Job: vai ser foda assim lá na Costa Rica! ;)

To contigo!!

Leo Frade disse...

Hahaha! Cuidado pra não dormir na buseta e acabar parando no boquete sem um pinto pra comer na manhã seguinte... hahaha

Doido d+ velho! Quebra tdo!

Babi Silva disse...

Marcelinho, que hilário suas histórias... Passo por poucas e boas por causa desse tal español até hj, mas com o tempo a gente vai se adaptando e tomando menos sustos rsrsrs... Ano novo no caribe?? Ai ai ai...

Bjus e sucesso =)

rafaeℓa disse...

a primeira coisa que pensei foi "Como o Google não bloqueou isso?"
hahahaha...
boa sorte no espanhol! :)
beeeeijo!

Mari[ disse...

Marcelinhoooo!!

Q baixariaa! =p

Minino... Que massa o seu trabalho! Já tou vendo q sua xp vai bombaaaar!

Beijokas e muitas saudades,
Mari

Thays disse...

como assim "ainda bem que o taxista não fez pior..."??
que medinho! hauauahauhauah
mto massa sua job!
de novo vai ter q correr atrás da visão 2010 só que da empresa agora... hehehehe
beijão meu querido!

Giana disse...

ah, que saudade!

que bom ver as coisas se encaixando...assim logo logo a nostalgia passa :)

saudade mesmo, valendo!

beijo enorme, e se cuida com td, principalmente os taxistas..hehe

Cecília Lindgren disse...

Papai Noel vai te levar gravatas! :P