domingo, 8 de junho de 2008

O Fim de Semana em que conheci Barão Geraldo

Sexta feira, 06 de junho, time todo reunido na sala de reuniões para finalizar a primeira semana de transição, quando o Conrado, meu boss, nos convida para almoçar em um restaurante chinês perto de casa. Quando estávamos saindo, o Felipe Rebello, um dos organizadores do Congresso Internacional decidiu ir conosco... Estávamos eu, ele e a Cíntia (uma das diretoras do meu time, responsável por suporte estratégico) quando ele nos convidou para a Festa da Chapação em Barão Geraldo, vc já tinha ouvido falar? Barão Geraldo é um distrito de Campinas, possui uma sub-prefeitura e é famosa por hospedar diversas repúblicas dos estudantes da Unicamp. O Felipe é um deles e a Chapação é a festa que acontece todo semestre na República Chapadão, uma casa gigantesca que abriga 11 pessoas e na qual o Felipe é um deles. A Chapação já está em sua terceira edição, e dessa vez, esperava-se aproximadamente 500 pessoas na república. Uma observação para a logo da república: o coelhinho da Playboy fumando e usando piercing!

Ao recebermos o convite, nem pensamos duas vezes, estávamos mesmo querendo sair de casa já que passamos a maior parte do tempo lá dentro trabalhando. Saímos as 19hr, pegamos o metrô até a Vila Madalena e de lá uma van que atravessaria a ponte da Orca para pegarmos o carro do Felipe na casa do pai dele. A Cíntia ficou tímida, pois conhecia o Felipe há apenas 3 dias, e por isso, eu fui na frente. No caminho pegamos a Larissa, uma amiga do Felipe que já é presença confirmada em todas as edições da Chapação. Ela faz farmácia na USP, adora Jurupinga e trance, gente finíssima.

Ao chegarmos a Barão Geraldo, fomos direto para a festa. Havia toda uma estrutura de promoção de eventos por traz e naquela noite a Chapação seria o lugar em Barão. Convites elaborados, camisas, carimbo, decoração psicodélica, DJ e muita cerveja iriam fazer a galera se divertir. Após uns 30 minutos na república, o Sr. Capitânio me aparece na festa! Ele foi presidente da AIESEC em Campinas no mesmo ano em que eu e a Cíntia, e dessa vez, conhecemos também a Dani, namorada dele há 10 anos. Show de bola! Daí pra frente só diversão, mil e uma histórias para contar e centenas de fotografias tiradas pelo próprio Capitânio.

Em um breve depoimento a Cintia relatou como foi a estadia em Barão Geraldo:

"Geeeeeente! Balada em Barão Geraldo!!! Muito boooom! Pensa num lugar bunito?! Vizinhança bunita, pessoal bunito! Foi muito bom! Sair de São Paulo, demorar 3 horas e meia pra ir valeu a pena! E o dia seguinte então...solão, dia lindooo, sorvetinho! ahhhh...bom dimas sô! hhAUAUH Tudo issso na compania dos amigoooos: Marcelinho, Capitanio, Dani e amigo express Felipe!! Aeee...valeu Fê!!!!!Bom...detalhes das histórias nao publicaremso aqui...só ao vivoo! AUHHUAuhAHUaÉ isso...porque parcero é parcero e fiLha da puta é filha da puta!!!"

Felipe, o organizador não poderia ficar de fora:

"Após muito trânsito chegamos a Barão Geraldo. A terceira edição da Chapação foi o máximo, bem mlhor que as outras...o que era aquele som...2 ambientes, bebida infinita, perfeito.

Frases marcantes:

"Conversa comigo Cintia! Não deixa passar dos 40!"

"...onde a gente tá?..."

"Marcelinho, sai do carro, já chegamos!"

Saímos da festa 5 e meia da manhã e dormimos na casa da Ju, também amiga dos moradores da Chapadão. Na manhã seguinte nos encontramos para almoçar em uma churrascaria da cidade, valeu muito a pena ter ido!

Ao chegar em SP (vale a pena abrir um parênteses para o contraste entre as paisagens da estrada Bandeirantes e a neblina cinza ao chegar São Paulo), bem cansados, encontramos a Lubianca e a Lílian (ambas do meu time) na sala de TV e bem animadas a fazer algo na noite de sábado. O cansaço passou despercebido e meia noite estávamos saindo de casa em direção a Vila Madalena. SP é impressionante, meia noite as avenidas e ruas estavam totalmente congestionadas: Av. Paulista, teatros, bares, restaurantes e baladas superlotadas. Entramos no “Grazie a Dio” (http://www.grazieadio.com.br), uma balada de samba rock, bem legal. Nesta noite conhecemos a Minéia de Santa Maria no RS, a Suênia e a Zaionara de João Pessoa, três figuras que moram em SP e garantiram nossa diversão na noite de sábado. Chegamos em casa quase 6 da manhã.

Domingueira em SP e o meu dia começou cedo. Fui para a casa da minha tia, comi pastel na feira e almocei com a família. Passei a tarde trabalhando na seleção de um time que criei para a AIESEC Brasil, e agora a noite, festa junina da ESPM! Ainda estou em busca do equilíbrio entre a vida profissional e pessoal, mas é experimentando que a gente encontra né?!

9 comentários:

Laís disse...

Marcelinho, demais vc ter ido na festa! Foi muuito loca, né? :) Venha mais vezes pra cá, já viu que a casa é grande e tem onde ficar hehe... vcs serão mt bem-vindos! Beijinhooos Lalá (ps.. adiciona meu gtalk: lais.chedid@gmail.com)

larpig disse...

Véiiii, da hora demais sua postagem! Bom saber q agradamos a galera, principalmente os mais chegados, vc eh brother do rebello q eh um irmão pra mim! ... Pena q vcs não ficaram o fds inteiro pra curtir e conhecer a galera melhor, mas tah feito o convit pra qd quiser aparecer novamente!
Ah, vc tem varias fotos? Será q rola vc mandar as mais da horas pra gente colocar no site??? Qqr coisa passa as fotos pro rebello. Vlw.

Abração, Cebola

Ricardo Blattes disse...

Tchê... pelo jeito tu continua com as tuas correrias em São Paulo!
Fica o convite para ir à Santa Maria no Dia do Gaúcho... de repente dá tempo para ver o Grêmio em Porto Alegre!
Esse nosso time só nos traz alegrias!
Abração

Flat disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Flat disse...

Prezado Castanheira,
Tendo em vista o seu alinhamento com a cultura e com o estilo de vida do Flat, é com imenso prazer que o elevamos à condição de "Amigo do Flat".
Continue assim, correndo atrás dos seus objetivos!
Saudaçãoes,
Flat
Mais que uma casa, um estilo de vida.
http://blogdoflat.blogspot.com

Minéia disse...

Marcelinho, eu sou a Minéia de FORMIGUEIRO!!!
Formigueiro recebeu este nome por motivo das longas filas de carroças que percorriam o trajeto entre Restinga Seca e a fronteira. Tem uma população total de 7.597 habitantes, sendo 2.649 na zona urbana e 4.948 na zona rural. Através do link a seguir tu pode perceber q Formigueiro realmente existe.
http://www.riogrande.com.br/municipios/formigueiro.htm
E ainda latitude: -30:00:01 (Sul),
longitude: -53:29:57 (Oeste) e
altitude : 129 metros, estão sendo fornecidas!!
Beijoooo

Gabiru disse...

Legal o blog Gigante... Cara, Barao Geraldo eh O lugar! Adorava as noites das minhas visitas de coach (ate pq geralemente ia do ITA pra Unicamp, imagina o contraste).

Eu ficava na RepLandia, com o Paulinho e um bando de marmanjo alucinado.

Aproveita o ano garoto!

Abracao

laís disse...

eu, que odeio são paulo com todas as minhas forças, até comecei a animar pra chegar aí em julho (youcan)
o/ hehehe

tá bacana o blog, marcelinho! ;)

beijo!

Capitanio disse...

Fala Marcelinho!!!

Demais o blog, e esse post de Barão. Cara você sabe que você é sempre bem vindo por essas bandas. Quando puder e quiser apareça. Vamos quebrar tudo.
Grande abraço e muito sucesso no MC.