domingo, 1 de junho de 2008

As primeiras impressões sobre a terra da garoa


Após horas de despedida com os amigos ontem, dia 31 (muito obrigado por tudo moçada!), acordei às 4 da manhã, daquele jeito, para ir ao aeroporto. Desembarquei em SP às 7:40, tivemos que esperar por 30 minutos na pista até que o avião tivesse autorização para estacionar. O aeroporto de Guarulhos estava um caos, vários vôos internacionais tinham chegado e a sala de desembarque estava completamente lotada, todos sem saber qual a direção tomar e isso levou aproximadamente 1hra até que eu conseguisse chegar ao hall.

São Paulo hoje amanheceu aos 10 graus, bem frio. Para nós mineiros, algo incomum. A neblina era tanta que na hra do avião aterrissar, me assustei ao tocar o chão pois tudo o que víamos eram nuvens cinzentas (claro que a poluição de SP cntribui com a cor). O trânsito hoje estava até tranquilo, pouco movimento se comparado aos outros dias.

Viver em uma cidade com 16 milhões de pessoas, na qual 100 cartões de crédito são utilizados por segundo é realmente uma loucura. A cidade é diversa por si só: pessoas de todos os lugares do mundo, com culturas bem distintas caminham pela cidade sem se quer olhar para o lado, há não ser para atravessar a faixa de pedestre. Bares, restaurantes, baladas estão por toda parte há qualquer hora do dia ou da noite, porém, exigem grana, e não é pouca. Claro, há opções para todos os estilos e classes.

Antes de me mudar para a casa da AIESEC, fui para a casa da minha tia almoçar (ela mora na zona norte de SP, de metrô é a mesma linha da minha casa, na zona sul da cidade). Ela tinha preparado uma mega lazanha à bolonhesa e pude matar a saudade de todos. Lá a sensação era estranha, muito pela despedida e pela surpresa que meus amigos de BH prepararam, um video com depoimentos de várias pesssoas que passaram pela minha vida, desejando sucesso nessa minha nova experiência. Abalou as estruturas do baixinho aqui!

Na parte da tarde, meus tios vieram me trazer na Vila Mariana, bairro onde vou morar. A sensação estranha passou, acho que era muita ansiedade para chegar e ver o que me esperava. A casa está bem diferente, arrumadinha, com tudo mais organizado. Nesse início meu quarto terá mais 3 pessoas comigo, mas a partir de julho, apenas 13 pessoas continuarão na casa e essa proporção será menor.

Por mais que eu já tenha vindo em SP diversas vezes antes, agora é diferente, sei que dessa vez vim para ficar, e esse é o maior desafio, me acostumar com essa idéia. Agora todos estão reunidos lá em baixo, pedimos pizza já que sair de casa não seria a melhor opção devido ao frio. Vou acompanhá-los. Amanhã já começaremos a transição geral, ou seja, toda a troca de conhecimento organizacional da diretoria atual para a diretoria eleita, serão 30 dias intensos de imersão na realidade da AIESEC . trabalho não irá faltar prá gente!

Bom por hoje é isso...sempre que der uma brecha vou atualizando vcs sobre o que rola por aqui.

3 comentários:

CECÍLIA PESSOA disse...

Oi Marcelinho! Adorei o blog!
Desejo mto sucesso pra vc! Manda um bjao pra Li.
Não consegui ir no sábado, além dos cisos um problema pessoal.
Grande abraço. Saudades. Td de bom pra vc!

Luiza disse...

Já tô com saudades...=(

Passei seu e-mail pro Matheus de Gestão de Marcas, ele disse que vai te mandar o case. É sobre a Unilever, bacana... caso ele não te envie até quarta-feira, me avise q eu dou um jeito de te mandar. É pra segunda.

Bjooooo

Lulu

Larissa disse...

Adorei o blog!!!

Agora tem mais um blog pra comentar além do de marketing!!! heheheh
Mas é muito bom ouvir noticias suas e saber que vc está bem!!!

Bjos